Happy birthday

Segunda-feira dia 8 de fevereiro meu único filho faz 6 anos de idade. Nem acredito como o tempo passou tão rápido, mas só agora estou começando a sentir saudades do meu bebezinho. Talvez porque esta semana em que ele estava gripado, não precisou da mãe para assoar o nariz dele. Quando isso aconteceu eu finalmente aceitei a ideia de que ele já é um menininho e não mais o meu bebe.

Eu tinha outros planos que eram tentar outra gravidez quando ele completasse 2 anos, mas vinda para cá, morar longe da família e das comodidades a que eu estava acostumada, estar sempre sozinha, tudo isso teve a força de cancelar estes planos, o que eu acho muito triste porque ter irmãos é muito importante.

Meu filho sempre me pede um baby brother, mas a vida não é simples assim, como não é simples fazê-lo entender o motivo dele não ganhar este irmão.

Como a maioria já sabe sou carioca e no Rio se tem uma coisa de bom são as casas de festas, claro que as estou comparando com as que eu já fui aqui em New Jersey. Muitos irão dizer, ah mais você tem que se adaptar ao jeito americano. Concordo, mas isso não impede de eu ter minha opinião e achar que as do Brasil são infinitamente superiores. Estou falando tudo isso porque no próximo dia 13/02 iremos fazer uma festinha em um lugar aqui perto de casa, na realidade é um lugar onde voce paga uma taxa para seu filho brincar (em um único brinquedo, diga-se de passagem) e que eles tem algumas salas para fazer "festa".

Meu filho gosta de lá? gosta sim, até porque não se lembra muito do que ele viveu no Brasil, mas eu acho muuuuuuuuuuuuuuito pobre. Em casa eu não faço, não quero preocupação de limpar tudo depois, rs.

No rio a casa de festas onde fizemos o seu aniversário de 2 anos chamase Carolina's World, e foi nota mil. E olha que lá nem é uma das melhores casas, eu diria que ela é quase ótima, rs. Teve um tema para toda decoração, servi almoço, teve mesa de sorvete, uma pessoa só para preparar drinks especiais, um chopeiro (um profissional especializado em servir chopp), area de internet para os adultos, maquiador, babás para os bebes, área com berços para os que estavam com sono, show com cachorrinhos amestrados e muita área de brincadadeira, sem contar que haviam 7 garçons e 10 pessoas na equipe de recreação. A festa durou 5 horas e ninguém queria ir embora.

Podem falar o que quiserem, mas eu sinto muita falta deste tipo de serviço.

E onde vocês vivem, como é?

Aqui a entrada principal. Lá ficava também uma boneca comandada por uma atriz que ficava escondida no escritório. Esta boneca recepcionava as pessoas e conversavam com elas (pena que eu não achei nenhuma foto dela), as crianças ficavam doidas com isso.

No início da festa eles faziam este corredor e recepcionavam o aniversariante com um parabéns e muita algazarra. Na realidade a gente já estava aí a mais de duas horas, mas scrip é script, rs.
A decoração foi Barney e seus amigos, por quem meu filho era apaixonado.
Além de todos as outras atrações lá tem este brinquedo que roda a alta velocidade, sucesso total.
Maquiador em ação
Salão com os convidados se preparando para o almoço
Aniversariante participando da apresentação dos caezinhos
Aniversariante vendo os "atores" em ação
E como não poderia deixar de ser o aniversariante resolveu imitir os cachorrinhos e o apresentador não fez por menos. Sorte que o fotógrafo registou tudo.
Mas os adultos também se divertiram. Olha aqui os amigos de sempre.
Este momento foi muito emocionante. Este senhora é a pessoa que trabalhava na minha casa já a alguns anos. Sempre me ajudou a tomar conta do filhote, aliás foi a primeira pessoa a saber que eu estava grávida e na hora disse que seria um menino. Até hoje temos contato e ela adora meu filho, a quem considera um neto. Toda vez que visitamos o Brasil vou até a casa dela ou vice-versa. Ela sempre estará no meu coração.
Já no final da festa, mas felizes com tudo que aconteceu, embora exaustos.

10 BRASILEIROS:

Gisley Scott disse...

Oie Cris,

primeiro passando para agradecer o seu comment no meu blog, segundo amei o layout do seu espaço, show de bola :)!

Quanto as festas, com ctz as brasileiras são sempre as melhores.Nós nem precisamos ir muito longe, só o jeito que eles comemoram Natal e Ano Novo já diz tudo. Aqui tinha gente que meia noite já tinha ido dormir 0.o!!!

Fui a uma "festa de aniversário" do meu sobrinho no Chuck E. Cheese ano passado e basicamente o menino ficou pinotando nos brinquedos com outros stranger kids enquanto nós ficamos simplesmente conversando e esperando uma pizza... Pense num aniversário! Eu achei meio tristinho, sabe? Mas o filho não é meu!

Querida, continue a dar o ar da graça lá no blog! Foi ótima ouvir de outra brasileira "importada" na América.

Bjos!

Marlia disse...

Cris,

Continuo achando as festas daqui muito diferentes das do Brasil. Mas acho que se você tem muita grana pode fazer igual aqui nos Estados Unidos. Tem espaços maravilhosos aqui, porém muito, muito, muito caros para alugar. Quanto a diversão, aqui também tem opções como palhaços, maquiador (para fazer os desenhos nos rostinhos das crianças), aqueles caras que fazem desenhos nos balões como cachorro, coqueiro, flor, espada, etc... Quanto a comida e buffet, aqui em Maryland você consegue brasileiros que trabalham com isso....
Sinceramente hoje em dia aqui em Maryland não acho que é falta de opção, é falta de dinheiro mesmo rsrsrs, ao menos em meu caso.
Sei que agora voce já ve seu bebe como um garotão, mas curte muito essa etapa também, pois o tempo passa rápido....
Beijos e Parabéns pro filhão.
Marlia

Cristiane A. Fetter disse...

Gisley, eu acho que se eu viver aqui 50 anos eu não irei me acostumar com estas diferença, rs.
Vou voltar na sua casa sim, tenha certeza.b
jks

Cristiane A. Fetter disse...

Marlia, a questão para mim não é a grana, aqui é tudo meio sem graça e mesmo que voce a tenha sobrando, tudo está em um lugar diferente.
A grande qualidade no Brasil é que você tem tudo no mesmo lugar e vou te dizer uma coisa, o atendimento é 50 mil vezes superior.
bjks

Estórias Daqui disse...

Oi Cristiane,

obrigada pela visita e pelo comentário! Menina, fiquei impressionada com o luxo dessa casa de festa do Rio! Não tenho filhos, mas pelo que sei, acho que esse tipo de serviço também não existe aqui na Alemanha.

Adorei os cachinhos do seu pimpolho : ) Tudo de bom para ele!

Bjokas

Mari disse...

Olá Cristiane, tudo bem?
Eu concordo que as festas do Brasil são muito melhores; pelo menos comparando com o Canadá. Aqui as festas são de duas horas exatas e eles começam a apagar a luzes quando dá o tempo, rs. Geralmente servem pizza e bolo e alguns lugares são bem legais. O problema é que eles são apagados: não sabem muito bem como tratar criança e fica parecendo desfile de exército. Fora os 500 cartazes dizendo o que não é permitido fazer, rs.
Antes de vir para cá eu quis fazer uma festa bem legal para o meu Eduardo e foi maravilhosa. Impossivel não comparar. Acho que vou começar a investir neste ramo e mostrar para este pessoal do hemisféro norte o que é uma festa de aniversario de verdade. Se quiser podemos fazer uma sociedade, rs.

um beijo

Mi disse...

ah, mas festas no brasil sao sempre maravilhosas...tanto faz se é aniversario, formatura ou casamento, nao tem comparacao. Aqui as festinhas sao sempre desanimadas demais. E se vc quer fazer algo parecido como no brasil, vai custar os olhos da cara pra no final vc se decepcionar pq nao é igual. mas a gente se acostume ne? hehe e como foi a festanca? bjs!

Cristiane A. Fetter disse...

Pois é, e talvezmesmo que tenha é um valor absurdo, fora da nossa realidade, enquanto que no Brasil é possível fazer uma coisa muito legal sem ter que penhorar a nossa casa, rs.
bjks

Cristiane A. Fetter disse...

Maria, voce encontrou a forma exata de descrever o que parece, um desfile do exército, tudo muito rígido, rs, adorei.
Também penso nisso por aqui, mas gostaria de trabalhar só com brasileiros que sabem fazer uma boa festa, o que falta é grana para investir.
Mas quem sabe um dia...
bjks

Cristiane A. Fetter disse...

Mi, concordo com voce também.
Legal saber que você também tem um Eduardo para chamar de seu, rs.
bjks